• Español
  • Português
Follow DNDi on Twitter
Home / Comunicação e Informação / Notícias de Interesse / Novo algoritmo-diagnóstico para Chagas na Colômbia

Notícias de Interesse

Colômbia tem novo algoritmo de diagnóstico para os projetos-piloto de Implementação para a doença de Chagas


O projeto de implementação para a doença de Chagas na Colômbia avança. Depois de uma análise epidemiológica, os parceiros confirmaram a mudança no algoritmo diagnóstico para os projetos-piloto do país. Com o novo algoritmo, se confirmam os casos positivos para Chagas com uma prova de procedimento mais simples.

A Colômbia cumpre com as recomendações serológicas da Organização Mundial da Saúde (OMS), de confirmar a doença de Chagas em fase crônica através de dois testes, realizando um terceiro em caso de discordância. Ou seja, para confirmar o diagnóstico da doença de Chagas na fase crônica, são necessários dois testes. O algoritmo vigente com a imunofluorescência indireta como diagnóstico de confirmação se caracteriza por sua complexidade, sendo uma barreira para a ampliação do diagnóstico e a posterior atenção integral do infectado, impedindo que essa confirmação possa ser feita em nível primário de atenção, próximo aos pacientes.

Como ponto de partida, foi elaborada e regulamentada uma Rota de Atenção que simplifica em grande medida os processos e transfere o cuidado dos especialistas aos centros de atenção primária a partir da implementação conjunta de um projeto piloto cujo objetivo é validar um modelo de atenção para a doença de Chagas.A mudança na política de diagnósticos é parte do Projeto Piloto de DNDi, que começou em 2015, quando vários grupos de interesse envolvidos com a doença de Chagas participaram de um seminário em Bogotá para a eliminação de barreiras de diagnóstico e tratamento para a doença de Chagas.

Chagas na Colombia
437.960 pessoas infectadas
4.800.000 pessoas em risco de infeccção

A Rota de Atenção busca eliminar barreiras de acesso ao tratamento e aos medicamentos da população afetada por essa doença:

  1. Elaboração da Rota de atenção integral para a infecção crônica de Chagas assinada em julho com a Resolução Ministerial 3202 que oficializa sua implementação
  2. Validação e análise do rendimento de provas serológicas comerciais para o diagnóstico da infecção por T. cruzi
  3. Proposta de algoritmo diagnóstico alternativo para a superação de barreiras na confirmação diagnóstica para a infeção de T. cruzi
  4. Elaboração consensual do Projeto Piloto da Rota de Atenção da Doença de Chagas, para 4 municípios endêmicos
  5. Elaboração do Plano de Capacitação e Treinamento de professionais para a atenção à doença de Chagas do Sistema de Saúde Colombiano em 4 municípios endêmicos
  6. Capacitação de profissionais de saúde colombianos em colaboração com a Coalizão Chagas e o CEADES na Bolívia

O projeto piloto é uma cooperação entre DNDi, o Ministério de Saúde e Proteção Social, o Instituto Nacional de Saúde e as Secretarias departamentais e municipais de Saúde, financiado pelo Ministério de Saúde y Proteção Social (Programa de ETV) e o Sistema Geral de Segurança Social em Saúde.




Termos e Condições | Privacidade | @ 2017 DNDi Todos os direitos reservados