• Español
  • Português
Follow DNDi on Twitter
Home / Doenças e Projetos / Leishmanioses / Estratégia da DNDi

Estratégia da DNDi
Estratégia da DNDi na América Latina


Estratégia da DNDi

Para a Leishmaniose Visceral, a prioridade da DNDi é desenvolver um tratamento oral, seguro, eficaz e de baixo custo, de curta duração (≤10 dias) que possa substituir os tratamentos atuais, melhorando e simplificando o atual gerenciamento de casos.

O objetivo é desenvolver um medicamento que seja adaptado ao campo, e portanto, de fácil distribuição pelos programas nacionais de controle, e útil na prevenção do desenvolvimento de resistência a cada um de seus componentes.

Para a coinfecção HIV-VL, o objetivo mínimo é encontrar opções de tratamento que limitem as reincidência de VL.

Para a Leishmaniose Cutânea, o objetivo da DNDi é desenvol­ver um novo tratamento para LC baseado em três componentes: an­tiparasitário, cicatrizante, e imuno­modulador. Busca-se um tratamen­to seguro, tópico ou oral, de baixo custo, que possa ser utilizado por pacientes em áreas remotas, e que cure as lesões de forma eficaz, sem deixar cicatrizes profundas.

Estratégia da DNDi
na América Latina

Novos tratamentos para LV na América Latina (Projeto LV Brasi
l)

• O ‘LV Brasil’ é um estudo clí­nico de fase III/IV, financiado pelo Ministério da Saúde do Brasil, que tem como objetivo avaliar a eficácia e segurança dos tratamentos re­comendados para a leishmaniose visceral no Brasil – antimoniato de meglumina, desoxicolato de anfote­ricina B e anfotericina B lipossomal –, assim como da combinação do antimoniato de meglumina com an­fotericina B lipossomal.

• Um dos fatores que resultam na não elegibilidade de pacientes é a co-infecção de LV-HIV, que aumen­tou significativamente nos últimos 10 anos no Brasil. A DNDi está ava­liando perspectivas de implementa­ção de um estudo clínico específico para o grupo de pacientes co-infec­tados, que apresentam pior res­posta ao tratamento de LV.

Anfoleish (Leishmaniose Cutânea)

• O objetivo do estudo é desenvolver um tratamento tópico antiparasitário contendo Anfotericina B para o tratamento da LC.

• Parceiros: PECET (Program for the Study and Control of Tropical Diseases), Universidad de Antioquia Medellin, Colombia; Humax Pharma, Colombia

•  O Racional para desenvolvimento do projeto foi para providenciar um tratamento para aplicação local na lesão, com alto nível antiparasitário, mas sem a toxicidade sistemática associada com a Anfotericina B. Anfoleish foi selecionado pela DNDi para desenvolvimento clinico depois de estudos pré clínicos. O primeiro estudo foi iniciado em Abril de 2013, é de fase Ib/II e tem como objetivo avaliar a segurança, PK e eficiência do medicamento em pacientes com LC causada por L. braziliensis na Colômbia.

• Se este estudo mostrar que Anfoleish é eficaz contra a L. braziliensis, um estudo multi nacional de fase III será planejado na América Latina, e um de fase II será realizado no Velho Mundo para avaliar a eficácia do tratamento contra a L. tropica.


Termos e Condições | Privacidade | @ 2017 DNDi Todos os direitos reservados