• Español
  • Português
Follow DNDi on Twitter
Home / Doenças e Projetos / Leishmanioses / Rede Leish

Rede Leish

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimir

Rede de Pesquisadores e Colaboradores  em Leishmanioses

Com o objetivo de criar uma rede colaborativa que possa promover o intercâmbio de informações sobre tratamento, diagnóstico e desenvolvimento de pesquisas clínicas em Leishmanioses e oferecer suporte a implementação de ensaios clínicos para avaliação de novas ferramentas terapêuticas para as leishmanioses, no ano 2013 começou a ser estruturada no Brasil a Rede de Pesquisadores e Colaboradores  em Leishmanioses.

A principio, a criação desta Rede tem como função promover a pesquisa clínica em leishmaniose tegumentar americana (LTA), mas tem como objetivo futuro a inclusão de outros grupos e instituições de pesquisa envolvidos com leishmaniose visceral.

Iniciada no Brasil, a Rede será ampliada paulatinamente, incluindo pesquisadores e especialistas, tanto do Brasil como de outros países da América Latina, que manifestem interesse em participar.

Objetivos Específicos:

  • Atuar como articuladora e organizadora de projetos clínicos colaborativos, de maneira a maximizar os recursos e competências existentes;
  • Fortalecer as capacidades institucionais em pesquisa clínica, por meio do mapeamento de possíveis centros de pesquisas e implementação de treinamentos em Boas Práticas Clínicas (BPC) e outras capacitações identificadas como necessárias;
  • Identificar as necessidades prioritárias no desenvolvimento de projetos de pesquisa em leishmanioses de maneira contínua, contribuindo para a operacionalização das políticas estratégicas e das prioridades de pesquisa;
  • Disseminar e avaliar os resultados obtidos, projetos desenvolvidos e perspectivas futuras em pesquisa e desenvolvimento de novos tratamentos para leishmanioses;
  • Promover o intercâmbio de conhecimentos técnicos e científicos entre os participantes da rede, criando um fórum de discussões;
  • Promover a harmonização de metodologias e desenho de ensaios clínicos na região.

Ferramentas de comunicação para o intercâmbio de conhecimento

O eixo da Rede é o compartilhamento, geração e difusão do conhecimento em diferentes níveis de colaboração. Para isso, as instituições e pesquisadores membros contam com as seguintes ferramentas e atividades:

Reuniões presenciais anuais: em 18 e 19 de setembro de 2014 foi realizada a primeira reunião para lançamento da Rede no Rio de Janeiro, Brasil. A próxima reunião está marcada para os dias 1,2 e 3 de julho de 2015 em Medellín, Colômbia, na sede da Ruta N.

Grupo de Comunicação virtual: permite fomentar o intercâmbio de conhecimentos através de reuniões via teleconferências; divulgação de publicações científicas (open access) via e-mail; e facilitação de projetos de colaboração entre diferentes grupos e instituições.

Para entrar em contato com a Rede: redeleish.coordenacao@dndi.org


Rede de Pesquisadores e Colaboradores  em Leishmanioses e seus parceiros-membros:
  • DNDi – Drugs for Neglected Diseases initiative;
  • Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães (CPqAM)/FIOCRUZ- Pernambuco);
  • Centro de Pesquisa René Rachou/ FIOCRUZ - Minas Gerais;
  • FIOCRUZ – RJ / Plataforma de Pesquisa Clínica;
  • Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado, Manaus;
  • Hospital Eduardo de Menezes – Belo Horizonte;
  • Hospital São José de Doenças Infecciosas/ Faculdade de Medicina - UFC, Fortaleza;
  • Instituto Evandro Chagas/ SVS/MS, Universidade do Estado do Pará;
  • Secretaria Municipal de Saúde – ToméAçu, Pará;
  • Organização Pan-Americana da Saúde;
  • PECET – Programa de Estudio y Control de Enfermedades Tropicales, Universidad de Antioquia, Medellín, Colombia;
  • Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos – SCTIE / Departamento de Ciência e Tecnologia – DECIT – Ministério da Saúde;
  • Secretaria Municipal de Saúde Unidade Referência em Atenção Primária Drª  Claudia Vitorino – Rio Branco;
  • Secretaria Estadual de Saúde do Acre;
  • Universidade de Brasília – Núcleo de Medicina Tropical;
  • Serviço de Imunologia, C-HUPES, Universidade Federal da Bahia;
  • Universidade Federal de Mato Grosso/ Hospital Universitário Júlio Müller;
  • Universidade de Pernambuco/ Hospital Universitário Oswaldo Cruz.


Apoio:




Termos e Condições | Privacidade | @ 2017 DNDi Todos os direitos reservados