Pacientes negligenciados

As doenças negligenciadas continuam a causar significativa morbidade e mortalidade no mundo em desenvolvimento. No entanto, dos 850 novos produtos terapêuticos aprovados entre 2000 e 2011, apenas 4% (e apenas 1% de todas as novas entidades químicas aprovadas) foram indicados para doenças negligenciadas, mesmo que essas doenças representem 11% da carga global de doenças.