MMV e DNDi disponibilizam 400 compostos para estimular a pesquisa de novos medicamentos contra pandemias

[Genebra – 29 de janeiro de 2019]

A Pandemic Response Box tira proveito de abordagens abertas e colaborativas para a inovação na medicina

 

A Medicines for Malaria Venture (MMV) e a Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi) lançaram a Pandemic Response Box (Caixa de Reação a Pandemias, em traduçāo livre), permitindo que pesquisadores tenham acesso gratuito a 400 compostos para acelerar a descoberta de novos tratamentos para pandemias letais.

A Pandemic Response Box é uma coleção de compostos antibacterianos, antivirais e antifúngicos estruturalmente diversos, selecionados por especialistas para serem testados com doenças infecciosas negligenciadas. Os compostos se encontram em diversas fases de pesquisa e desenvolvimento farmacológico. Como contrapartida ao recebimento gratuito das moléculas farmacêuticas, pesquisadores ao redor do mundo se comprometem a tornar públicos os resultados do testes e a publicá-los em uma revista científica de acesso livre após dois anos contados da produção dos dados.

Desde o início do século XXI, o mundo tem enfrentado múltiplas epidemias, tanto antigas quanto novas, provocadas por vírus e bactérias. Algumas delas alcançaram proporções de pandemia. O surto do vírus do zika nas Américas em 2015-2016, por exemplo, demonstrou como uma doença relativamente obscura transmitida por mosquito pode se tornar uma emergência médica global.

“A Pandemic Response Box foi concebida como uma resposta à necessidade de nos preparamos para uma futura emergência médica global”, afirma o Dr. Timothy Wells, diretor científico da MMV. “A inovação aberta é crucial para mobilizar  o potencial de descoberta de novos medicamentos e aproveitar o conhecimento existente para lançar novas iniciativas de pesquisa. Temos esperança de que estes esforços contribuam para a descoberta e o desenvolvimento da próxima geração de tratamentos para o controle de futuras pandemias, assim como as ameaças que já enfrentamos, como o vírus do zika e o ebola.”

O surgimento e a propagação de agentes patogênicos resistentes a medicamentos aumentou a frequência e a gravidade destas epidemias, constituindo uma ameaça significativa para a população mundial. Especialistas estimam, por exemplo, que o número de mortes ligadas a microrganismos resistentes a medicamentos chegará a 10 milhões por ano até 2050.[1]

“Poderíamos prevenir o surgimento e a propagação de novos agentes patogênicos resistentes com um conhecimento mais profundo da patogênese das doenças e o desenvolvimento de tratamentos novos e eficazes”, afirma o Dr. Graeme Bilbe, diretor de pesquisa e desenvolvimento da DNDi. “O objetivo é diminuir o tempo entre o surgimento de uma nova pandemia e a disponibilidade de novos medicamentos para tratá-la. A história tem nos mostrado repetidamente que poupar tempo salva vidas.”

A Pandemic Response Box é um entre vários projetos científicos de livre acesso desenvolvidos pela MMV e a DNDi e que estimulam a colaboração e a transparência na pesquisa para o desenvolvimento de medicamentos. A MMV e a DNDi podem dar orientação, apoio e uma quantidade adicional de compostos para ajudar pesquisadores a seguir pesquisando no caso de resultados promissores.

Para obter mais informações e pedir a caixa, visite a página da Pandemic Response Box.

[1] https://amr-review.org/sites/default/files/AMR%20Review%20Paper%20-%20Tackling%20a%20crisis%20for%20the%20health%20and%20wealth%20of%20nations_1.pdf

 

Sobre a MMV

A Medicines for Malaria Venture (MMV) é uma parceria para o desenvolvimento de produtos (PDP) líder no campo de pesquisa e desenvolvimento de medicamentos antimaláricos. Sua missão é aliviar o impacto da malária em países onde a doença é endêmica através da descoberta, desenvolvimento e distribuição facilitada de medicamentos antimaláricos novos, efetivos e econômicos.

Desde a fundação em 1999, a MMV e seus parceiros montaram a maior carteira de P&D antimalárica e projetos de acesso da história, apresentando nove medicamentos novos e promovendo o acesso de mais dois. Calcula-se que foram salvas 1,9 milhões de vidas graças aos medicamentos desenvolvidos em parceria com a MMV. Esse sucesso se fundamenta na extensa rede de cooperação da MMV, com cerca de 150 parceiros ativos incluindo organizações da indústria farmacêutica, academia e países endêmicos.

A visão da MMV é a de um mundo no qual medicamentos inovadores curem e protejam as populações vulneráveis e desatendidas com risco de malária, além de ajudar a erradicar esta doença terrível.

MMV Open: a inovação de livre acesso está transformando a descoberta de fármacos. A MMV se orgulha de coordenar várias iniciativas de livre acesso visando o desenvolvimento de medicamentos para a malária e doenças negligenciadas. A riqueza dos dados, conclusōes e resultados derivados dessas iniciativas reflete as conexões e colaborações que elas inspiraram.

  • A Pathogen Box contém 400 moléculas similares a fármacos que são ativas contra doenças negligenciadas.
  • A Malaria Box foi uma arca do tesouro com 400 compostos com atividade antimalárica, disponibilizada gratuitamente até dezembro de 2015.
  • O programa de Open Source Drug Discovery visa compartilhar todos os dados, informações e ideias em tempo real e de modo transparente com pesquisadores.

Sobre a DNDi

A DNDi é uma organização sem fins lucrativos de pesquisa e desenvolvimento dedicada a promover a inovação e a melhoria da saúde global por meio do apoio à comunidade de pesquisa de doenças negligenciadas, com o objetivo de desenvolver tratamentos novos, seguros, eficazes e acessíveis para pacientes negligenciados. Desde sua criação, em 2003, a DNDi disponibilizou oito tratamentos novos, incluindo a primeira entidade química que desenvolveu com sucesso, fexinidazol, aprovada em 2018 para o tratamento dos dois estágios da doença do sono.

Fazem parte do trabalho de inovação de livre acesso da DNDi:

Isenção da responsabilidade da MMV
Este documento contém declarações com expectativas sobre o futuro, as quais podem ser identificadas por palavras como “acredita”, “espera”, “antevê”, “projeta”, “pretende”, “deveria”, “procura”, “estima”, “futuro” e expressões similares, ou pela discussão da visão, estratégia, objetivos, planos ou intenções, entre outras declarações. Ele contém perfis de produto alvo hipotéticos futuros, cronogramas de desenvolvimento e datas de aprovação/lançamento, declarações de posicionamento, afirmações e ações que são objetivos para o futuro e hipotéticos, e para os quais ainda pode ser preciso estabelecer dados relevantes. Estratégias e itens de ação declarados ou implícitos somente podem ser implementados após o recebimento de aprovações que incluem, entre outras, aprovações de comitês institucionais locais e aprovações regulatórias locais, além de observar leis e regulamentos locais. Sendo assim, os resultados, desempenhos ou acontecimentos reais podem diferir daqueles expressos ou implícitos em tais declarações. 

Pedimos ao leitor que não tome estas declarações como garantidas. As declarações com expectativas sobre o futuro refletem as perspectivas atuais da Medicines for Malaria Venture (MMV) e seus parceiros a respeito de acontecimentos futuros e envolvem riscos e incertezas conhecidos e desconhecidos.  

A MMV não se responsabiliza pelas informações aqui apresentadas nem pelas consequências de quaisquer ações tomadas com base nestas informações. Outrossim, a MMV não se responsabiliza pelas decisões tomadas por seus parceiros do setor farmacêutico, o impacto de quaisquer dessas decisões, seus rendimentos e situação financeira.

Contatos de imprensa:

Marcela Dobarro
Tel.: +55 21 981149429
mdobarro@dndi.org