Debate sobre doença de Chagas chega ao Congresso

Em 4 de junho, a DNDi participou de uma audiência pública na Câmara dos Deputados para discutir ampliação do acesso ao diagnóstico e tratamento da doença de Chagas. Michel Lotrowska, diretor regional, representou a DNDi América Latina. Confira a íntegra das discussões:   

Dia Mundial de Chagas: mobilização pelo fim do silêncio sobre a doença chega à AMS

Em 2002, Eduardo Galeano (1940-2015) escreveu que a doença de Chagas “matava calando aqueles que já eram condenados ao esquecimento”*. A espiral de silêncio e invisibilidade a que se refere o escritor uruguaio torna-se evidente quando se faz uma revisão estatística sobre a enfermidade. Estima-se que 6 a 8 milhões** de pessoas estejam infectadas apenas […]

Carta de Santa Cruz

No dia 15 de novembro de 2018, os membros da Plataforma Chagas[1] e da Coalizão Global de Chagas[2], presentes na VIII Reunião da Plataforma Chagas em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, assinaram esta carta dirigida a governos, organizações e doadores pedindo que intensifiquem seus esforços para controlar e eliminar a doença de Chagas como um problema de saúde pública.

Diretor do Programa de Chagas da DNDi esclarece mitos e verdades sobre a doença

De tempos em tempos, a doença de Chagas ganha as páginas dos jornais. Esta semana, a notícia de que que 14 pessoas de uma mesma família foram infectadas pela doença ao tomar um suco contaminado com o parasita Tripanossoma cruzi, causador da doença, trouxe à luz essa doença geralmente marcada pelo silêncio e pela negligência. Nesta entrevista, o Dr. Sergio Sosa Estani, diretor do programa de Chagas da DNDi esclarece mitos e verdades sobre a doença de Chagas.

Carta de Santa Cruz

No dia 15 de novembro de 2018, os membros da Plataforma Chagas[1] e da Coalizão Global de Chagas[2], presentes na VIII Reunião da Plataforma Chagas em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, assinaram esta carta dirigida a governos, organizações e doadores pedindo que intensifiquem seus esforços para controlar e eliminar a doença de Chagas como um problema de saúde pública.

Nota técnica da DNDi para PCDT da doença de Chagas 2018

A Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi, sigla em inglês de Drugs for Neglected Diseases initiative) é uma organização global sem fins lucrativos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). Em colaboração com parceiros públicos e privados, a DNDi trabalha para fornecer tratamentos seguros, eficazes e acessíveis para populações negligenciadas pelo atual sistema de inovação em saúde. […]

Superando a negligência da doença de Chagas

Em meio as montanhas, florestas e campos dos Andes Centrais da Colômbia, encontram-se comunidades pequenas e remotas onde a doença de Chagas ainda causa grande impacto. Mais de 400.000 colombianos vivem com este parasita assassino, e mais de um em cada quatro deles sofre de cardiopatia chagásica.

E-News Março 2018: Atualização dos projetos de leishmanioses

Três novas entidades químicas entraram em desenvolvimento pré-clínico, totalizando seis novos compostos que avançam no portfólio para a leishmaniose. Destes, dois já foram indicados como candidatos clínicos para avançar até a Fase I de pesquisa. O primeiro paciente foi recrutado na Índia nos estudos de Fase II para testar novas terapias para a leishmaniose dérmica pós-calazar (PKDL), ao mesmo tempo que centros clínicos estavam sendo preparados em Bangladesh e no Sudão. Um centro foi aberto no Sudão para o estudo de Fase III com o objetivo de testar uma nova terapia combinada para leishmaniose na África. Na América Latina, houve avanços importantes no estudo de Fase II sobre novas terapias combinadas para a leishmaniose cutânea.

E-News Março 2018: Atualização dos projetos de doença de Chagas

Dois estudos de Fase II estão em andamento. O estudo na Bolívia sobre benznidazol para o tratamento aprimorado da doença de Chagas crônica indeterminada completou o recrutamento de pacientes no final de 2017, e o estudo na Espanha está nas fases iniciais de recrutamento de pacientes para avaliar o fexinidazol no tratamento de Chagas. Um projeto piloto para aumentar o acesso ao diagnóstico e tratamento de Chagas em cinco comunidades endêmicas na Colômbia mostrou resultados preliminares excelentes e divulgará resultados de um ano em meados de 2018. Também em 2018, a DNDi e a Fundação Mundo Sano lançam uma nova Referência de Acesso Regional para a Doença de Chagas, que orientará o trabalho programado com parceiros na Guatemala.

Cúpula de Doenças Negligenciadas 2017

NTD Summit 2017: este (ainda) não é o fim do jogo

A recente Cúpula de DTNs (Doenças Tropicais Negligenciadas) em Genebra foi realizada para celebrar os progressos alcançados desde a Declaração de Londres de 2012, quando governos, empresas farmacêuticas e outras partes interessadas em doenças tropicais negligenciadas fixaram o objetivo ambicioso de controlar ou eliminar 10 delas até 2020.

DNDi na Reunião de Parceiros para Doenças Negligenciadas

Declaração de Bernard Pécoul na Reunião Global de Parceiros para as Doenças Tropicais Negligenciadas

 

A criação da Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi) em 2003, como a de outras parcerias para desenvolvimento de produtos, foi a afirmação de um consenso: para doenças onde não existem incentivos comerciais para desenvolver novas ferramentas de diagnóstico, medicamentos ou vacinas, a pesquisa e o desenvolvimento só podem acontecer graças a modelos inovadores que reúnam parceiros públicos e privados.

E-News Fevereiro 2017: Atualização dos projetos de leishmanioses

O objetivo da DNDi é entregar:

  • Um tratamento oral, seguro, eficaz, de baixo custo e de curta duração para a leishmaniose visceral (LV)
  • Um novo tratamento para a leishmaniose dérmica pós-calazar (PKDL, na sua sigla em inglês), mais curto e mais bem tolerado que as opções atuais
  • Um novo regime de tratamento para pacientes co-infectados com HIV e LV
  • Um tratamento seguro, eficaz e de curta duração para a leishmaniose cutânea (LC)